domingo, 9 de julho de 2017

Carteira de Criptomoedas - Barbarossa

Salve, confrades! A pedidos do Stifler Pobre, vou detalhar a composição de minha carteira de criptomoedas e explicar porque escolhi as três moedas que compõem minha carteira atual. Já expliquei em posts anteriores como comprar Bitcoin e como converter as Bitcoins em outras criptomoedas, então vou pular essas etapas neste post, até mesmo porque até agora não houve nenhuma mudança relevante nesses processos e ainda é necessário comprar Bitcoin com reais para depois convertê-la em outras moedas.

Bitcoin - BTC


Bitcoin virou o padrão das criptomoedas, foi a primeira criptomoeda a ser criada e tem o código menos avançado do que outras moedas como a Dash, mas a principal vantagem dela está exatamente na sua aceitação e no fato de ela ser o padrão para comprar outras criptomoedas. Na maioria das vezes, as Altcoins são negociadas em Bitcoin e não em dólar.

Apesar da Bitcoin ter um código menos avançado, ela tem grande utilidade como reserva de valor. Fazendo uma analogia ao Período Clássico, a Bitcoin é a moeda de ouro, enquanto a Litecoin, por exemplo, é uma moeda de prata, tem menos valor, mas é mais adequada para transações de menor valor.

Dash - DASH


Dash é uma abreviação de Digital Cash, foi uma criptomoeda projetada exclusivamente para realizar transações rápidas, anônimas e com taxas muito baixas. A Dash é gerenciada por um modelo de organização autônoma descentralizada, em que parte da taxa de transação é utilizada para financiar o desenvolvimento e aprimoramento da moeda. Além disso, a Dash funciona por meio de Masternodes que aumentam a eficiência das transações. Outras duas opções exclusivas da Dash são o PrivateSend e o InstantSend. O PrivateSend mixa a carteira de onde saíram os fundos, tornando muito mais difícil a tarefa de descobrir qual foi a carteira que originou a transação, enquanto o InstantSend realiza a transação em um tempo médio de 1,5 segundo. É importante frisar que as duas opções demandam mais poder de processamento, então o custo de transação fica mais alto.

Como já disse anteriormente, não sou expert em criptomoedas, só sei explicar de forma superficial as vantagens da Dash, mesmo assim, arrisco dizer que é uma das moedas mais avançadas para realizar transações e ainda conta com uma aceitação razoável.

Litecoin - LTC


A Litecoin nasceu como uma cópia da Bitcoin, mas com o código que permite um limite maior de criptomoedas existentes. A ideia original era criar uma Bitcoin que tivesse um valor menor, exatamente como a analogia da moeda de ouro e de prata. Há algumas semanas atrás o código da Litecoin foi atualizado com a SegWit e agora as transações estão consideravelmente mais rápidas e com taxas menores, nessa atualização a Litecoin serviu como cobaia da Bitcoin, porque a intenção é futuramente implementar a SegWit na Bitcoin também.
A Litecoin tem seu nicho de mercado também, é uma moeda simples, mais rápida e barata para realizar transações que a Bitcoin e com boa aceitação.

Carteira


Escolhi as moedas acima porque elas foram criadas com o intuito de serem utilizadas como moedas, por esse mesmo motivo fiquei de fora de Ethereum e de outras similares que foram criadas para operar contratos inteligentes e não para serem utilizadas de fato como moeda.

Nos próximos meses planejo ampliar a participação de Dash e Litecoin na carteira, planejo deixar a distribuição alguma coisa próxima de 60% Bitcoin, 30% Dash e 10% Litecoin.

Os links técnicos do post tem a função de explicar mais a fundo como funcionam alguns mecanismos técnicos do funcionamento das redes, mas não é necessário que o possuidor de moedas tenha ciência do funcionamento deles.

Abraços!

12 comentários:

  1. Tenho uma dúvida:quem atualiza os sistemas? O sistema pode ser eventualmente destruído?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve, C.F.! Quem atualiza o código da cadeia de blocos são os mineradores que cedem o poder de processamento à rede e é necessário concordância da maioria dos mineradores para que uma atualização seja implementada. A cadeia de blocos, na prática, não pode ser destruída, porque para isso seria necessário destruir todas as cópias do arquivo da cadeia.

      Abraços!

      Excluir
  2. Qual o critério para definição de sua carteira alvo (60-30-10)? Volume?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve, Investidor de Risco! O critério é empírico mesmo, não usei nenhuma variável matemática para chegar nesse valor.

      Abraços!

      Excluir
  3. Marcelo,

    Creio que o mercado de criptomoedas pode realmente gerar um valor enorme para o investidor no longo prazo. A teoria de desvencilhar recursos dos governos é muito interessante, mas creio ser inconsistente por achar que, hora ou outra, os estados prevalecerão.

    Analisando as características do ativo, apesar de todo o lobby em cima, atenho-me ao conceito de que moedas não geram fluxo de caixa, portanto possuem expectativa de retorno real próximas de zero, como commodities. Sendo assim, e como não creio ser possível determinar um valor justo para elas, enquadro-as como especulativas. É claro que cada investidor pode reservar à elas o papel que bem desejar em seu portfólio, e por isso a compra pode vir a ser interessante.

    Particularmente, e como sou mais à moda antiga, para especular ainda prefiro roletas e cavalos, rs.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve, Pretenso Milionário! Eu acho que os estados vão tentar regular ou acabar com o comércio, mas mesmo assim, somente o comércio residual (black market) já seria suficiente para sustentar um valor maior do que atual.

      Nesse caso não tento determinar um valor justo, e não acredito que o retorno real seja próximo de zero por causa da escassez que o próprio código de cada moeda cria.

      Abraços!

      Excluir
    2. Pretenso milionário, estamos entrando em uma crise financeira mundial em que a única saída seria transformar o cash estatal em 100% digital e aplicar juros negativos. Cash 100% digital para permitir que o dinheiro fique no sistema e não em baixo do colchão. Neste panorama, mesmo com rendimento 0, as moedas digitais privadas seriam a melhor alternativa. Isso sem falar no real sentido de propriedade, visto que a moeda digital do estado seria facilmente confiscada.

      Excluir
    3. Concordo em partes com você, Unknown. Não concordo totalmente, porque não tenho certeza de nada no futuro, mas essa é uma grande vantagem das moedas digitais, o dinheiro é realmente seu e não pode ser confiscado pelo governo como o dinheiro estatal em um banco.

      Abraços!

      Excluir
  4. Fala Marcelo !! valeu pelo post, toda e qualquer informação sobre criptomoedas são fonte valiosa de informações, lendo seus outros posts veja se eu entendi correto o fluxo: para pode comprar Dash e Litecoin eu teria que comprar bitcoin aqui no Brasil (transformar Reais em BTC)para depois transferir para uma exchange de fora do país e comprar Dash e Litecoin, correto? não há exchange brasileira para Dash e Litecoin?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve, Stifler! O caminho mais eficiente é esse, algumas exchanges menores já disponibilizaram o Litecoin diretamente no Brasil, mas ainda está mais barato comprar bitcoin e transferir para uma exchange offshore por causa da falta de liquidez e preços maiores praticados pela Litecoin no Brasil.

      É provável que daqui um ou dois meses já esteja mais barato comprar a Litecoin diretamente aqui.

      Abraços!

      Excluir
  5. Olá MB,

    Parabéns pelo post.

    Não conhecia como fazia para comprar as outras moedas de forma mais eficiente.

    Bons investimentos.
    Abraços.

    ResponderExcluir